Briefing: O que é, porque é importante [+template] CAPSLOCK AGENCY
698
post-template-default,single,single-post,postid-698,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,ajax_fade,page_not_loaded,, vertical_menu_transparency vertical_menu_transparency_on,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-18.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.2,vc_responsive
briefing

Briefing: O que é, porque é importante [+template]

O que você gostaria de fazer? Seja qual for o objetivo da sua ação, como lançar um produto, posicionar melhor sua marca, ou ainda divulgar um projeto novo, você deve fazê-lo a partir de etapas bem estruturadas. Como começar? Com um briefing.

 

Mas, what a heck is briefing?

 

Calma, @! Já iremos chegar lá! Antes, você precisa saber que, neste artigo irá encontrar:

 

  • O que é briefing;
  • Porque um briefing é importante para um projeto;
  • Tipos de briefing;
  • Como fazer um briefing do ZERO;
  • Dicas de ferramentas;
  • Template gratuito!

 

Então, bora colocar esse conhecimento em prática para fazer seu negócio decolar?

 

Boa leitura!

 

O que é briefing

De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa, BRIEFING é o ato de dar informações e instruções concisas sobre missão ou tarefa a ser executada – por exemplo: uma operação militar, um trabalho publicitário ou jornalístico.

 

Em outras palavras, briefing é um conjunto de informações, ou uma coleta de dados passados em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho ou um documento.

 

Além disso, um bom briefing trás informações claras para embasar as melhores estratégias para o melhor momento, a fim de alcançar os objetivos estipulados. É como uma descrição de um trabalho a ser realizado.

 

Em razão de suas características, é bastante utilizado por agências de publicidade (por aqui usamos ALL THE TIME!). O briefing facilita o trabalho, e da o pontapé inicial para garantir o sucesso de um planejamento.

 

Como funciona o briefing em agências de publicidade

Um briefing não apenas é muito importante para o desenvolvimento dos trabalhos em uma agência, como também é essencial para várias etapas desse processo.

 

Isso acontece, por exemplo, no momento que o cliente fornece as informações necessárias para a equipe de atendimento (vamos chamar esse briefing de número 1). Essas informações podem se encaixar em:

  • Detalhes sobre o produto ou serviço;
  • Detalhes da empresa/ marca;
  • Mercado em que atua;
  • Perfil do consumidor;
  • Objetivos tanto da empresa como do cliente.

 

Nota: É importante lembrar que, para que um briefing seja eficiente e possa cumprir a proposta, ele não pode ser extenso. Aliás, essas informações devem ser relevantes para o projeto, e sucintas para que seu acesso seja fácil.

 

A partir disso, a equipe de atendimento vai separar somente as informações importantes para a criação desse projeto, ou seja, aqui entra em ação a equipe de criação.

 

Após essa segmentação das informações surge o briefing de criação (vamos chamar de briefing número 2), que é destinado somente a mensagem que a equipe de criação deve focar.

 

Está vendo como é importante ter um briefing bem estruturado? O sucesso de um projeto depende muito das informações obtidas em ambos os briefings número 1 e 2.

 

Isso nos leva ao segundo tópico desse artigo:

 

Porque um briefing é importante para um projeto

Como já mencionamos acima, ter um briefing estruturado é o pontapé inicial para garantir o sucesso de qualquer planejamento. Isso acontece porque ele traz uma série de vantagens, que veremos a seguir:

 

Informações organizadas e centralizadas

O briefing é separado por blocos, o que facilita muito no desenvolvimento do projeto para todos os departamentos de uma agência (atendimento, planejamento, criação, mídia, etc.).

 

Isto é, por ter todas as informações fornecidas pelo cliente em um só lugar, fica mais prático para todos acessarem. Contudo, é recomendado que essas informações sejam claras e sucintas, como dissemos anteriormente.

 

Visto que gera segurança na execução do trabalho, evitando que a equipe se perca no meio de tanto texto, deixando de ter atenção necessária para pontos importantes.

 

Aumento de assertividade

Agora imagina esse cenário, você criando estratégias e ações sem conhecer nada sobre a história do seu cliente? Ih, no mínimo seria o mesmo que dar tiros no escuro para tentar acertar o alvo, inútil e frustrante.

 

Nesse caso, o briefing se mostra bastante útil, pois ele pode atender as expectativas com precisão. Aliás, dois dos tópicos importantes que devem conter no briefing é: 1) um breve histórico sobre a empresa e 2) um panorama do mercado em que ela atua.

 

Comunicação certeira

Além de ajudar a entender a empresa, seus objetivos e desafios, um briefing possibilita seguir o caminho certo para uma comunicação certeira.

 

Com um plano bem estruturado em mãos, contendo todas as etapas do processo claramente definidas, fica fácil encontrar possíveis falhas que possam surgir, que poderiam levar o projeto fora do foco.

 

Equipe focada

Esse talvez seja um dos tópicos mais relevantes sobre a importância de um ter um briefing pronto, sua equipe estará engajada e inspirada para realizar o trabalho.

 

E como isso é possível? Quando ela conhece o cliente e sua história por trás daquele projeto que estão trabalhando.

 

Consegue perceber a importância de ter um briefing antes de começar um projeto?

 

Tipos de briefings

Agora que você já sabe a importância de um briefing para o sucesso de um projeto e como ele é a peça fundamental para todas as etapas do trabalho, é hora de conhecer um pouco sobre os tipos de briefings que existem dentro de uma agência de publicidade.

 

Falamos brevemente um pouco sobre dois tipos de briefing: 1) briefing de atendimento & 2) briefing de criação. Nessa lista acrescentamos: 3) briefing de publicidade.

 

Conforme mencionado anteriormente, um briefing de atendimento é administrado pela equipe de atendimento e mantem o script padrão do briefing (veremos a seguir sobre os principais tópicos que um briefing deve ter).

 

É a equipe de atendimento que irá fazer o primeiro contato com o cliente, conversar sobre seus objetivos, sobre a empresa, seu propósito, enfim, conhecer o histórico completo da empresa e do mercado em que ela atua.

 

Logo após essa reunião, a equipe de atendimento une todo esse conteúdo em um único local, separando-o em blocos e selecionando as informações mais importantes, com o intuito de deixar esse material mais sucinto.

 

Uma vez resumidas, essas informações são passadas para a equipe de planejamento & criação, o que chamamos de briefing do job ou criação.

 

Esse briefing é destinado a mensagem que a equipe de criação deve focar.

 

O último e não menos importante, é o briefing de publicidade. Esse é desenvolvido especialmente para produzir campanhas (off-on) e possui informações à definir a principal tarefa que a propaganda deve realizar, e o caminho que deve seguir.

 

Claro que existem outros modelos de briefings, mas queríamos destacar somente aqueles que se encaixam com a nossa realidade.

 

Como fazer um briefing do ZERO

Um briefing bem estruturado é fundamental para a montagem de um documento com todas as informações que realmente importam para o projeto. Depois de montar essa estrutura básica, basta coletar cada dado com o cliente e sua equipe responsável.

 

Confira quais são os itens indispensáveis!

 

Objetivo

Este é o ponto principal de um briefing. O objetivo deve apresentar exatamente o que o cliente pretende com aquela campanha. Entre os principais objetivos estão:

 

  • ter um novo site institucional, blog ou e-commerce;
  • aumentar as vendas online;
  • integrar uma estratégia de Marketing Digital;
  • reformular a identidade visual;
  • aumentar os leads;
  • lançar um novo produto.

 

Orçamento

Para cada projeto há um orçamento máximo que o cliente disponibilizará. Por isso, é importante, logo depois de definir o objetivo, ter uma estimativa de quanto custará para desenvolver a campanha.

 

A ideia não é desenvolver um bom trabalho de acordo com o valor que o cliente pretende investir, mas sim ajustar o projeto ao orçamento sem perder a qualidade do serviço.

 

Prazo

O prazo não pode ser definido somente diante do que o cliente espera, já que para cada projeto há um período mínimo de trabalho. Visto que a complexidade do trabalho influencia esse fator, só quem vai executar as ações pode definir o tempo que será necessário.

 

É claro que é importante ser flexível ao lidar com o cliente, até porque é necessário conhecer o nível de urgência para a entrega do resultado. Se o tempo não permite desenvolver o produto solicitado, informe isso ao cliente. Afinal, a transparência ajuda a conquistar novos trabalhos futuramente.

 

Público-alvo

É fundamental entender junto com o cliente quem é esse público-alvo. Pode ser que ele já tenha informações mais aprofundadas e saiba repassar isso. No entanto, as vezes é preciso também estar pronto para definir essa questão em conjunto com o cliente

 

Em alguns casos, pode ser necessário gerar uma persona para descobrir o perfil do consumidor recorrente daquela empresa.

 

Escopo do projeto

Nessa parte é necessário detalhar mais a ideia, sempre considerando o que a empresa pretende ter como resultado.

 

Se um cliente deseja, por exemplo, educar o público em relação a um produto, ele precisará de um blog como solução para o seu problema.

 

Se a ideia não for tão simples e envolver, por exemplo, a alteração do logotipo, será preciso ter informações mais detalhadas do projeto. Neste caso, quanto mais informações você tiver, melhor será ao desenvolver seu projeto.

 

Referências

Em alguns pedidos, geralmente o cliente tem referências para que o projeto em questão seja desenvolvido dentro de uma linha. Geralmente, são características gráficas, tipos de ações e outros trabalhos executados por outras empresas.

 

No entanto, é preciso deixar claro que são apenas referências, ou seja, uma ideia de direcionamento. O trabalho precisa ser original, autoral e único.

 

Além disso, outros materiais gráficos, bem como manual de marca e peças já desenvolvidas anteriormente precisam ser coletados pela equipe responsável. Essa parte é fundamental para que sejam respeitados os parâmetros da identidade visual da empresa.

 

Objeções

É comum que o cliente apresente restrições para o projeto. O briefing também precisa incluir detalhadamente o que ele não gosta e não deseja ver no resultado. Podem ser questões como cores, fontes ou até mesmo estilos de artes e imagens.

 

Importante! A execução de um briefing deve ser planejada para que tudo saia como esperado. Isso envolve definir desde o início as etapas de coleta de informações e também da organização de todos os dados.

Dito isso, vamos a alguns exemplos de ferramentas para criação de briefings.

 

Dicas de ferramentas para criar um briefing

Até aqui você viu que, o briefing é o direcionamento de tudo, é o norte da produção. Através dele sabemos como seguir, quais testes fazer, o que vai funcionar… E uma das coisas mais importantes: o que não devemos fazer. É a melhor maneira de chegar em um resultado mais completo, tanto na parte estratégica para o marketing em si, quanto para alcançar – ou superar – as expectativas do cliente.

 

Mas, você deve estar se perguntando: O que posso usar para fazer um briefing completo?

 

Se você quer saber como fazer um bom briefing, veja algumas ferramentas que vão ajudar você nessa tarefa. Aqui na CAPSLOCK Agency® a gente usa bastante. Confira!

 

Google Forms

Se você achou que ele serve apenas para pesquisas acadêmicas, vamos abrir a mente, parsa! O briefing também é um trabalho de pesquisa, dependendo do produto que você está ofertando, o Google Forms acaba sendo uma ótima fonte para coleta de informação. Com perguntas objetivas você consegue um briefing de projeto bem bacana.

 

Evernote

É uma ótima ferramenta para organizar informações. Possui diversos recursos que irão facilitar a sua vida. Pode funcionar como checklist, onde você separa as informações que deseja coletar por tópicos. A ferramenta também te ajuda a priorizar ideias, projetos, e até mesmo listas de tarefas! Já vem com alguns modelos prontos, e aceita diversas integrações. Vale super a pena, que tal testar no seu próximo projeto?

 

Typeform

É um software especializado em criação de formulários e pesquisas online. Seus formulários têm a características de serem muito dinâmicos, com base nas necessidades de cada usuário. Perfeito para a criação de um briefing, não é mesmo.

 

Agora chegou a parte mais legal deste texto (esperamos que você tenha gostado do que leu até aqui), vamos ao template gratuito de briefing!

 

Template de briefing

Aqui na CAPSLOCK Agency®, nós fazemos dois briefings. O primeiro nós chamamos de “birefing do cliente”, onde fazemos uma análise bem macro. Nele agregamos várias informações que nos ajudam a entender quem é o cliente, como:

 

  • O que é a empresa
  • O posicionamento da empresa perante o mercado
  • O que ele quer (como empresa)
  • Quais são os concorrentes (diretos e indiretos)
  • Qual o público que ele quer atingir
  • Pontos fortes e fracos da empresa

 

Após entender o cliente e suas necessidades, vamos ao segundo briefing, que é do projeto em si, chamamos de “briefing do job”. Não importa se o serviço contratado é de Social Mídia ou a Criação de um Site com WordPress, que tem um processo bem extenso e mais robusto. Cada briefing tem sua particularidade, de acordo com o produto.

 

Por isso é tão importante ter a convicção de que todo e qualquer projeto exige uma estratégia para dar certo. E você só terá um bom resultado se tiver um briefing de qualidade.

 

Foi pensando nisso que separamos para você um template de briefing TOTALMENTE GRATUITO, que você poderá usar como base para o desenvolvimento dos seus trabalhos com futuros clientes.

 

Enjoy it!

No Comments

Post A Comment

×